O meu café esfriou e eu lembrei da gente (Lucas Lopes)

O meu café esfriou e eu lembrei da gente

Sinopse de O meu café esfriou e eu lembrei da gente

Por meio de uma escrita acessível, visceral e delicada, o livro “O meu café esfriou e eu lembrei da gente”, do jovem escritor Lucas Lopes, explora as nuances que atravessam o final de uma relação afetiva. Dividido em cinco capítulos, estruturados em poemas e prosas poéticas, sendo cada um dos capítulos uma referência a uma das fases do luto, o autor consegue transmitir em cada página, em cada verso, uma potência e uma sensibilidade inerente aos jovens desta época. 

Frases do livro O meu café esfriou e eu lembrei da gente

O meu café esfriou

e eu lembrei da gente

E como prova do meu amor,

continuarei a bebê-lo

Mesmo frio

esde ue ocê artiu

enho vitado omeços

talve po med do finai

Sinto a sua falta

eu sou um exagerado

mas a saudade

eu prefiro deixar assim

exageradamente mínima

como um rádio

tocando baixinho

quase tudo

Como eu posso ansiar

beber o veneno que

irá me matar mais tarde?

Eu sei o que sempre acontece

e ainda assim,

eu sempre

bebo.

Você me deixou inseguro

ansioso e com medo

Você armou todos

os meus gatilhos

E sem misericórdia

alguma

Puxou o dedo

A minha escuridão

sonha com a sua luz,

Assim como um demônio

sonha com o paraíso

Por você eu prometi

derramar até sangue e suor

Pena que no fim tive que

derramar lágrimas

É sempre pior

A lua carrega consigo

os segredos de tantos

amores por aí

Entre tantas promessas

de amor eterno já juradas à lua

A nossa é só mais uma

que não irá se

cumprir

A gente tem a mania

de amar e não dizer

de ser feliz e não saber

Por que somos assim?

vivendo como se nunca

fôssemos morrer?

Dê o passo

de seguir em frente

E o impasse

de seguir, enfrente

Sabe aquele

frio na barriga?

Antigamente,

eu o sentia muito

hoje, eu sinto muito

por não sentir nada

O amor te consome

sem dar a mínima

se vai durar uma vida

um ano ou uma noite

Pode demorar uma década

para finalmente nascer

Como também pode morrer

em um final de semana qualquer

Você rejeita ou é rejeitado?

no amor você tá de que lado?

Você faz o papel de quem ama

ou o papel de quem sempre é amado?

São tempos difíceis

chove o tempo todo

e além do frio, aqui também

está muito escuro

Por outro lado

lá fora

Faz um lindo

dia de sol


O meu café esfriou e eu lembrei da gente

Título: O meu café esfriou e eu lembrei da gente
Autor: Lucas Lopes
Editora:  Devir, poesia e prosa
Páginas: 70
Ano de lançamento: 2024

Comprar na Amazon


Recomendações de Leitura

Se você foi tocado pela escrita acessível, visceral e delicada de Lucas Lopes em “O meu café esfriou e eu lembrei da gente”, prepare-se para mergulhar em mais obras que exploram as nuances dos relacionamentos, emoções profundas e as fases do luto. Aqui estão algumas recomendações de leitura que prometem encantar e emocionar:

1- Você me faz arrepiar onde eu não sabia que era possível

Você me faz arrepiar onde eu não sabia que era possível, livro de estreia da atriz e escritora Carol Schmid é um passeio sensível, humorado, melancólico e poético pelos muitos sentimentos e sensações que todos nós estamos suscetíveis no cotidiano. O livro é composto por textos que foram escritos ao longo de toda a vida da autora, por isso, ela costuma dizer que é uma obra coletiva, produzida pelas várias “carols” que ela já foi no passado. A obra é estruturada em 5 capítulos, que transitam entre a prosa poética experimental e o poema.    

2- Antes que o mundo acabe

Com um senso de humor único, “Antes que o mundo acabe”, livro de estreia do artista visual e tatuador Matheus Tomé, é um passeio lúdico, melancólico e divertido por situações, pensamentos e reflexões comuns a qualquer indivíduo em sociedade. Ao misturar ilustrações, frases, quadrinhos, poesia e prosa poética, o autor cria um ritmo de leitura prazeroso e aconchegante, que instiga o leitor a sempre querer saber o que estar vir, pois cada página do livro é uma surpresa, no melhor sentido que essa possa ter.

3- Ainda ontem pensei com o coração

Ainda ontem pensei com o coração, livro de estreia do poeta e dramaturgo, Vini Queiroz, explora as nuances de se estar apaixonado, e como as paixões, sejam elas por pessoas, coisas, lugares, situações etc., podem tornar a vida mais leve, acessível, suportável. Dividido em quatro capítulos, o livro usa da poesia, do diálogo teatral e da prosa poética para falar sobre diversos aspectos de um dos sentimentos mais necessários e desconcertantes da espécie humana, a paixão.  

Cada uma dessas obras oferece uma perspectiva única sobre os temas universais do amor, perda e crescimento pessoal, ressoando profundamente com aqueles que apreciam a poesia e a prosa poética. Assim como Lucas Lopes, esses autores capturam a essência das emoções humanas, proporcionando uma leitura rica e envolvente.

Descubra essas vozes poderosas da poesia contemporânea e deixe-se envolver pelas palavras que têm o poder de tocar a alma e transformar o


Leia também: A Cura é uma Borboleta Amarela (Sabrine Cantele)

bilheteslivros
Logo